Natal na Áustria

De mala e cuia, cheguei em Viena em novembro. Assim, minhas primeiras impressões da cidade foram geladas. =) Meu marido, já vivendo aqui por mais de um mês e ansioso por me mostrar tudo, guiou-me em uma caminhada até a Stephansdom. Em nossas andanças, passamos pela Ópera e, aí, eu fui apresentada aos mercados de Natal.

Staatsoper, em outra época do ano, claro…

O Adventmarkt da Mahlerstraße (uma ruazinha de pedestres, quase em frente à Ópera) começa a funcionar ainda no início de novembro. Então, pude experimentar um Punsch já em meu primeiro fim de semana em Viena. =) Parênteses para os não iniciados: o Punsch é uma bebida quente temperada com especiarias e “batizada” com rum. Ele pode ser de laranja, framboesa, maçã, Amaretto,… Existe, ainda, o Glühwein, uma espécie de quentão/vinho quente. Não é surpresa que, para mim, Viena cheira a canela e tem gosto de Punsch de laranja… E vice-versa! =)

Mercado de Natal da Mahlerstraße.

Na Áustria, e também em outros países da Europa, as comemorações do Natal começam no final de novembro. As ruas são decoradas, os mercados de Natal pipocam em vários pontos da cidade e festejam-se mais datas, além do tradicional 25 de dezembro. É uma época mágica para se visitar a Europa, se você não é do time dos que se intimidam pelo frio.

Árvore de Natal ao lado da Stephansdom.

 

Decoração de Natal da Rotenturmstraße.

 

Árvores de Natal à venda em plena Graben,
rua elegante nas proximidades da Stephansdom.

O período de Advento (die Adventzeit) começa quatro finais de semana antes do Natal. A passagem do tempo é marcada por coroas (der Adventkranz) e por calendários de Advento (der Adventkalender). Eu já conhecia a tradição das coroas de Advento, por conta da família da minha mãe. Mais uma lembrança afetiva: todos os anos, minha avó confeccionava uma, usando galhos de pinheiro, bolas de Natal e fitas. Entretanto, os itens mais importantes da coroa de Advento são quatro velas. A cada domingo das quatro semanas que antecedem o Natal, acende-se mais uma vela, até que todas as quatro estejam acesas. É, ou não, uma bela tradição? =)

Mercado de Natal da Rathaus. À esquerda, uma coroa de Advento
e, nas janelas da prefeitura, um Adventkalender.

Já os calendários de Advento, foram uma descoberta de meu primeiro Natal em Viena. Eles existem em várias formas, materiais e tamanhos e seu propósito (como o de qualquer calendário) é contar o tempo. Alguns têm apenas mensagens para serem lidas a cada dia, outros, doces e chocolates e há, ainda, aqueles com pequenos presentes. Uma verdadeira festa para as crianças!

Adventkalender à venda em um mercado de Natal.
Não são lindos? =)

 

Natal na Áustria
Christkindlmarkt da Rathaus (o Mercado de Natal da Prefeitura).

Entre as várias tradições austríacas de Natal, uma das que eu acho mais interessantes é a Krampusnacht (a Noite do Krampus). O nome Krampus teria origem no alemão medieval Krampen (garra), ou no dialeto bávaro Krampn (morto, sem vida, seco, murcho). O Krampus é uma figura lendária, com aparência demoníaca, presente na cultura alpina. Aparentemente, ele também existe no folclore de outros países, como a Suíça, República Tcheca, Hungria, Croácia e no norte da Itália. Não por coincidência, regiões que já fizeram parte do Império dos Habsburgs.

Krampus no centro de St. Ulrich, em Gröden (Südtirol).
Fonte: David Kostner – CC-by-sa 3.0/de
Wikipedia

Segundo a Wikipedia (em alemão), a figura do Krampus remonta à Idade Média e teria sido banida na época da Inquisição (sob risco de pena de morte!). Hoje, aterroriza apenas as crianças e é uma tradição que persiste, especialmente em pequenos povoados do interior da Áustria. Na noite de 5 de dezembro (véspera do dia de São Nicolau), jovens se vestem de Krampus e saem pelas ruas, assustando as crianças (e desavisados!) com gritos, tocando sinos e arrastando correntes. Aposto que ver os tais Krampus em ação deve ser um espetáculo e tanto! =)

Grupo de Krampus – Oberndorfer Salzachteufel.
Fonte: Franz Edelmann –  CC-by-sa 3.0/de
Wikipedia

Ainda segundo a lenda, Krampus acompanharia São Nicolau (e não Papai Noel!) nas visitas às crianças. Enquanto São Nicolau presentearia as boazinhas com doces e brinquedos, as más receberiam de Krampus (eca!) batatas pobres. Eu juro que me comportei bem este ano! E você? =)

Em meu nome e no da Carol, gostaria de desejar a todos um ótimo Natal. Que 2011 venha trazendo muita paz, alegria e novas viagens a todos nós!

Frohe Weihnachten

und einen guten Rutsch ins neue Jahr!

Schönbrunn no Natal. Precisa dizer mais?

4 comentários

  • Oscar,
    Obrigada pela visita! Que 2011 traga consigo muitos momentos felizes… E milhagens! =)
    Beijos

  • Aninha,
    Que bom que você curtiu o post! Eu adoro esta época! E as feirinhas? Eu amo! =)
    Este ano, alguns mercados ficarão abertos depois do Natal. Por exemplo, o Neujahrsmarkt do Schönbrunn funcionará entre 28/dez e 02/jan.
    Então, você ainda tem uma oportunidade! =)
    Beijos

  • Fabiola e Carol

    Passando aqui para desejar um Feliz e Abençoado Natal e que 2011 seja um ano repleto de boas novas..

    Btw Parabens pelo mestrado na USP 😀

  • Adorei Fabiola!

    Você mostrou cada detalhezinho do Natal Vienense.

    Aqui seguimos todas as tradições à risca, pelo pequeno que está passando seu primeiro Natal em casa.

    E eu sempre falei para todos, e super concordo com você: O fim de ano aqui é mágico!

    Tinha planos que visitar ao menos umas 3 feirinhas, mas uma gripe nos derrubou por quase 1 mês e felizmente moramos de frente para a do nosso bairro.

    Beijocas e um Natal ilumindado e cheio de paz 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *