Brasília – Passeio na Superquadra 308 – #EncontroBSB

Saindo do eixo monumental, que eu acho fantástico, Brasília guarda umas surpresas arquitetônicas que só uma cidade planejada pode ter. Vou mostrar um pouco nas fotos abaixo como foi o passeio pela Superquadra 308 Sul. Este passeio fez parte do #EncontroBSB (veja o meu post explicativo).
Igrejinha da Superquadra Modelo

O guia começou explicando sobre como se chegou no projeto do plano piloto, confesso que não sabia os detalhes e achei muito legal. Depois da explicação começamos a caminhar pela SQS 308 e a aprender sobre o projeto de cada superquadra e das unidades de vizinhança. A Superquadra 308, forma juntamente com a 107, 108 e 307 uma unidade de vizinhança. O projeto definia que cada unidade de vizinhança deveria ter suas escolas, comércio, cinema, igreja, etc.

 

 

 

Interior da Igrejinha. O projeto é do Oscar Niemeyer
Parede externa da Igrejinha, do artista plástico Athos Bulcão

 

 

 

 

 

 

Outra coisa que eu achei muito legal é que nenhum bloco de apartamentos fica de frente para o outro, criando assim, uma certa privacidade. Nos blocos em si, outro fato interessante é que um lado é todo envidraçado e o outro é de “cobogó”. O cobogó é um padrão vazado que permite a entrada de luz e ventilação, porém ao olhar de fora, não se consegue ver a parte interna, ou seja, é estético e dá privacidade também. (O nome vem dos arquitetos: Coimbra, Boeckmann e Góes.) Na SQS 308 ele é quadradinho, mas pode ter vários formatos. Se você não entendeu nada, tem uma foto logo mais abaixo.

 

Frente envidraçada
Fundos de cobogó
Padrão geométrico dos pilotis de um bloco da SQS 308
A SQS 308 também contou com o paisagismo do Burle Marx

 

Espaço Cultural Renato Russo – aqui aconteceram shows do Aborto Elétrico e Legião Urbana

 

 

 

 

Para terminar esta delícia de passeio, almoçamos no Bar do Mercado, na 509 ou W3 Sul. Dá para ir a pé da Igrejinha para lá. Como era sábado, fui de feijoada.

 

 

 

Está pensando que eu já contei tudo e não tem mais nada para saber? Tem sim, o mais legal é o próprio guia da Experimente Brasília contando como é morar e crescer nestas unidades de vizinhança, que foram criadas pelos maiores nomes da arquitetura e paisagismo do nosso país. Faz parte da nossa história. Super recomendo. Este passeio foi uma cortesia do Experimente Brasília aos participantes do #EncontroBSB, mas como sempre, o que escrevo aqui é a minha opinião pessoal sobre o que achei do passeio.
____________________________________________________________________
O #EncontroBsB foi idealizado e organizado por Camilla Kafino do Ensaios de Viagem, aconteceu entre os dias 24 e 26 de abril de 2015 na cidade de Brasília, Distrito Federal, e contou com a colaboração de Camila Torres (Colecionando Ímãs) e Diego Paiva (Nós no Mundo), patrocínio de Melhores Destinos e Experimente Brasília.
____________________________________________________________________

Blogs Participantes:

My Destination Anywherenamuchila – Nathalia Depolo
____________________________________________________________________

 

Um comentário

  • Que legal! Deve ter sido muito bacana o encontro e conhecer Brasília. Quando eu fui era muito pequena e já não lembro de muitas coisas. Depois, sempre fui a trabalho e nunca dá tempo, né? Espero poder participar do próximo! Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *