Visto EUA

Várias pessoas me perguntaram como foi para retirar o visto para os Estados Unidos. Melhor escrever um post para contar. Para mim foi muito fácil por ter sido pela empresa, mas percebi várias chateações com quem não tinha esta facilidade.
Existem vários estacionamentos por perto do Consulado de São Paulo, apesar da recomendação de não ir de carro, e quase todos eles tem lockers, pois não é permitido entrar com uma série de coisas. As ruas de acesso são precárias, nem parece que estamos em São Paulo.

Na entrada existe uma fila na calçada onde se deve estar com o papel do agendamento da entrevista em mãos, para entrar uma funcionária passa um leitor de código de barras neste papel.
A próxima fila é uma verificação da foto, da taxa de entrevista e do agendamento. Depois disso passa-se pelo raio-x para entrar nas dependências do consulado.
Lá dentro é só seguir uma faixa no chão para chegar até a retirada da senha. Sim, vão ter pessoas que param bem em cima desta faixa e não estão na fila da senha, procure onde termina realmente a fila, ela anda rápido.
Depois de retirar a senha, entra-se em outra fila para a entrega da documentação. Depois disso é que começa a espera, as senhas retiradas tem várias numerações que definem as prioridades, pode ser início 1, 2, 3 e assim por diante. Mas não se desespere se você receber um número 8000 e nos letreiros luminosos só estiver aparecendo 1088, 1089, etc. As numerações variam, o milhar vai e volta.
Esta espera é meio zoneada, pois como os números variam muito, ninguém fica tranquilo esperando afastado. Todos se amontoam, apesar da orientação de esperar perto da cafeteria. Sim, não se desespere, tem uma cafeteria lá dentro, com preços normais, porém os salgados mais gostosos esgotaram perto de meio-dia.
Quando seu número aparecer num letreiro, dirija-se a fila respectiva e aguarde. Essa é a hora das digitais. Bem rapidinho, depois disso é a hora da entrevista. A fila é por chegada, ou seja, grave as digitais e corra para a fila da entrevista.
Nesta hora que fiquei observando as pessoas fazendo a entrevista antes de mim. É tudo muito exposto. Então é possível ouvir as perguntas feitas às pessoas que estão sendo entrevistadas. Achei meio desagradável. Vi duas mulheres sendo totalmente interrogadas, com pilhas de papéis impressos para comprovar a vida inteira. Suspeito que elas não tinham emprego fixo, uma era sócia de uma empresa. Ouvi perguntas tipo: como você paga o aluguel, quem paga sua faculdade, onde estão as escrituras, algum familiar seu tem visto americano, sua mãe tem visto, ela que paga suas contas, etc… Constrangedor, no mínimo. Acho que podia ter mais privacidade.
Minha entrevista foi:
– A Senhora é de que empresa?
– Respondi, apesar de ter adesivos da empresa em todo passaporte.
– Mora onde?
– Em Santos.
– Onde?
– SANTOS, Litoral de São Paulo.
– Ah, São Paulo.
– Ok, seu visto foi… concedido. Ah, senhora, – frio na barriga – dirija-se ao posto de pagamento de Sedex.
Me dirigi aliviada! Paguei o Sedex, um envelope havia sido entregue enquanto aguardava a retirada de digitais e eu já havia preenchido com meu endereço para o envio do Sedex.
Esta foi minha maratona, acordei às 4h, mas meu taxi atrasou e se perdeu em São Paulo. Assim, me atrasei para a retirada de senha, que tinha prioridade para empresa se retirada até as 8h. Retirei às 8h40 e assim fiquei até as 12h40 por lá.

14 comentários

  • Pessoal nesse site tem um manual para baixar que ajudar como conseguir o visto americano..
    eu recomendo pois fiz o download e baixei

    http://www.visto-americano.net

  • Camila,
    Para pagar a taxa do visto americano você deve entrar no site do consulado americano http://www.visto-eua.com.br clicar em pagamento e preencher os dados, e fazer o pagamento

    Abraço
    Natalia
    http://www.visto-americano.net

  • Olá J. Leite,

    Se você só pretende viajar no final de 2012, não precisa correr agora. Só preste atenção em como está o tempo de espera para a entrevista do visto (http://www.visto-eua.com.br) e também do passaporte. Eu começaria o processo uns 6 meses antes da viagem. É apenas uma sugestão.
    Fiquei com um certo medo por você de publicar o comentário, na parte de ter parentes ilegais lá. Você sabe que eles estão monitorando cada vez mais as redes sociais. Aqui no blog talvez não seja problema. Mas recomendo não tuitar nem colocar no Facebook estas informações.
    Obrigada por compartilhar sua experiência!
    Bjos

  • Olá! Moro em Recife, onde minha esposa chegou no Consulado às 7h e recebeu a renovação às 9h.
    Embora ela dispusesse de comprovações de bens e renda, nada lhe foi pedido; mas apenas perguntado:
    P1) O que a senhora faz? R1) Sou aposentada da CHESF.
    P2) A senhora é casada? R2) Sim.
    P3) O que ele faz? R3) Ele também é aposentado como engenheiro da CHESF.
    P4) Com quem vai viajar? R4) Com marido e filho.
    P5) O filho tem visto? R5) Sim.
    Seu visto foi concedido. Ah! (friozinho, também!), passe ali no Sedex para pagar a taxa.
    OBS: Embora tenhamos filhos morando ilegalmente lá há 10 anos, ela respondeu 'NO' à pergunta "Are any of the following persons in the US?", do formulário DS156.
    Estou tentando descontrair quem for pedir visto para os EUA.
    ——————————————–
    E eu tirei meu 1º visto B1 em 2001. Ele vence-se em maio/2011 e o 2º passaporte em agosto/2011. Como eu só pretendo viajar para os EUA no final de 2012, deverei renová-los agora? Ou só uns 3 meses antes da viagem?
    Abraço (e desculpe o texto longo). JL

  • Oi Camila,
    Você deve pagar uma taxa de emissão de visto no Citibank, veja mais detalhes aqui: http://portuguese.brazil.usembassy.gov/pt/newmrv.html

  • Olá tudo joia? Você sabe me dizer qual taxa que temos que pagar antes da entrevista e como faz para pagá-la? Eu já paguei a taxa de agendamento (R$38,00), preenchi o formulário e minha entrevista é em 2 semanas.

    Eu li aqui que temos que pagar uma taxa em dólares, mas no site visto-eua.com.br não está falando nada disso….

  • Olá Lilian,
    Este site aqui mostra os prazos: http://www.visto-eua.com.br. O prazo hoje em São Paulo é de 100 dias (contra 70 no Rio).
    Abraço!

  • Super obrigada!
    Abraço

  • Para minha prima no Rio, o processo foi super demorado. Ela teve que esperar dois meses pela entrevista. Sabe me dizer se isso é normal em São Paulo?
    Moro nos EUA e alguns familiares estão em vias de dar entrada no processo para me visitarem.

  • Oi Nina!
    Obrigada por compartilhar sua experiência. Acho que é importante esta troca de informações. Esta mudança dos lockers pelo que entendi faz pouco tempo. Devia ter muita procura em São Paulo.
    Quanto aos formulários, só preenchi um (imenso) on-line (DS-160), e até esqueci de comentar uma dica importante: ir salvando de tempos em tempos, vários colegas perderam todas as informações porque a página expirava e tinham que recomeçar do zero.

  • Eu tirei o meu visto em Recife agora no começo do ano e percebi que é bem diferente em alguns pontos…
    Pra começar você pode guardar seu celular em lockers dentro do próprio consulado; as senhas, filas, etc. são organizadas por funcionários; achei todo o processo super rápido, não demorei nem 1h em tudo e a entrevista foi tranquilíssima. Pra mim, o mais chato dessa história do visto é a burocracia e a pilha de formulários que precisamos preencher antes!

  • Olá José,
    Por essas situações que expliquei, também nunca tive vontade de tirar o visto apenas para turismo. Acho que são constrangimentos desnecessários e tem tantos lugares do mundo para ir sem que seja os EUA.
    Acho que é mais que um destino de compras, tem cidades belíssimas, atrações naturais e etc. Vou tentar aproveitá-lo pelos próximos 10 anos!

    Oi Beth,
    Eu não tinha visto não, pelos motivos explicados acima. Então passei por tudo, mas foi bem tranquilo fora a espera. O bom é que já veio B1/B2! Bjo!

  • Foi seu primeiro visto para os EUA? O meu foi renovação B1/B2 e eu nem precisei da entrevista. Depois de passar pelo raio X foi só a fila para senha e digitais. Na própria cabine de digitais eles aprovaram a renovaçao e pediram para passar na fila do sedex.

  • Aff… se falou isso de Santos, não quero nem imaginar de alguma cidade pequena do interior…

    E apesar de não precisar de visto (tenho passaporte europeu), EUA continua me atraindo apenas como destino de compras… até hoje não entendo o pq dos brasileiros serem tão fascinados por lá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *