Imprevistos de Viagem – Parte I

Dividi em Parte I e Parte II, porque foram dois grandes imprevistos na minha última viagem de férias que está descrita no post: Roteiro Argentina – Uruguai no Verão. Vou começar com o relato do que aconteceu no que era para ser o primeiro dia de viagem.

Dia 4 de janeiro, fomos para o aeroporto de Curitiba. Havia trocado milhas da Tam pelo trecho Curitiba – Buenos Aires com escala em Porto Alegre. Na fila do check-in já existia um clima de confusão, um vôo de Londrina havia chegado muito tarde na noite anterior e não seguiu para Porto Alegre, assim, haviam pessoas indignadas que deveriam ter embarcado na noite anterior para Porto Alegre e dormiram em Curitiba. Pelo que entendi todos foram para hotéis por conta da TAM, mas para hotéis diferentes e com problemas diferentes. Mas isso não vem ao (meu) caso.
Ao fazer o check-in o vôo não tinha previsão. Era para aguardar aparecer alguma atualização nas telas. O que havia naquela hora era “Atraso Min 2h”. Nada bom… Eu tinha um vôo da Aerolineas Argentinas marcado para 3h30 depois da chegada prevista do vôo comprado. Com o atraso mínimo de 2h, esta diferença já caía para 1h30. Eu sei que não se deve ter compromisso para o mesmo dia da chegada, mas as aéreas que voam do Brasil para Mendoza estavam com preços absurdos e dormir uma noite em Buenos Aires só para isso ia sair muito caro! Deslocamentos de aeroportos, diária de hotel, 2 dias de viagens, 1 dia a menos de passeios, etc.
Bom, fui na loja da TAM e perguntei se eles podiam me ajudar a entrar em contato com a Aerolineas, pois eu lembrava que eles tinham um vôo mais tarde naquele dia. A atendente da TAM foi bem simpática, tentou ligar para a Aerolineas, mas não atenderam.
Depois de umas 2h de espera, aproximadamente, chamaram pelos auto-falantes os passageiros da TAM com destino a Buenos Aires para se apresentarem no check-in. Havíamos nós e uma família de 4 pessoas. A atendente avisou que o trecho Porto Alegre – Buenos Aires havia sido cancelado e iriam nos relocar em um vôo que ia para Guarulhos e depois para Buenos Aires, com previsão de chegada em Buenos Aires às 22h30! E eu nem tinha hotel em Buenos Aires. Detalhe: a moça comentou que este vôo para Guarulhos também estava sem previsão. Por esta indefinição, com a certeza de passar o dia em aeroportos e por não ter hotel em Buenos Aires, perguntamos sobre algum vôo no dia seguinte. A atendente respondeu que o mesmo vôo no dia seguinte corria o mesmo risco de ser cancelado, que era mais seguro pegarmos um vôo para Guarulhos cujo avião dormia no Afonso Pena e depois pegarmos uma conexão em Guarulhos para Ezeiza, pois o avião sai mais cheio. Reservamos este vôo. Devolveram nossas malas e eu fui na loja da TAM reclamar. O atendente comentou que não podia fazer nada e que era para eu ligar para o Fale com o Presidente.
Meu sogro voltou para nos buscar. Passei a tarde ligando e enviando e-mail. Avisei o hotel que não chegaríamos naquele dia, alterei o vôo da Aerolineas e fiquei tentando ligar para o Fale com o Presidente, tentando porque não consegui nenhum atendente.
Agora ao voltar para casa liguei para a TAM, relatei tudo, eles abriram um protocolo de reclamações, pediram para eu enviar os comprovantes de gastos e ficaram de dar uma resposta em até 5 dias úteis (até sexta-feira dia 4 de fevereiro).
Resumo dos prejuízos repassados à TAM:
– Uma diária no Hotel reservado em Mendoza: US$83 (com impostos).
– Transporte de EZE para AEP, pois o vôo original era para o Aeroparque e fui colocada num vôo no dia seguinte para EZE: $100 pesos argentino.
– Alteração do Vôo da Aerolineas Argentina: US$100
– Prejuízos não mensuráveis: um dia a menos em Mendoza, por sorte havia deixado o dia 5 livre para conhecer a cidade, nos outros já haviam passeios agendados. Passei a manhã do dia 4 no aeroporto (não recebi nada para alimentação ou acesso a internet) e a tarde pendurada no telefone e na internet alterando vôos, pagando, enviando correio para o hotel, etc. Ou seja, perdi um dia de férias!
– Outros: como estava em Curitiba fiquei na casa dos meus sogros e não precisei arcar com hospedagens e deslocamentos, quem arcou com ida e volta ao aeroporto de Curitiba foi meu sogro, um taxi até a casa dele custaria uns 100 reais.Agora, estou aguardando…Atualização 01/03/2011
… Finalmente chegou a resposta da TAM:

São Paulo, março de 2011.

Prezada Sra. Carolina,

Tomamos conhecimento de seu telefonema ao serviço Fale com o Presidente e agradecemos sua atenção em entrar em contato conosco.

Soubemos do fato ocorrido quando de seu viagem de Curitiba à Buenos Aires, em 04/01/2011.

Consideramos importante esclarecer que o atraso do voo JJ3441 foi devido a um imprevisto operacional.

Em função desse atraso, sua conexão para Buenos Aires, não foi concretizada e, de fato, Sra. Carolina, sempre que possível procuramos esperar pelas conexões.

Entretanto, uma espera superior a 15 minutos pode gerar atrasos cumulativos em toda malha aérea subsequente. Dessa forma, nossas equipes preparam alternativas de acomodação para o destino final no menor tempo possível.

Sendo assim, a nossa equipe do aeroporto de Curitiba providenciou sua acomodação no próximo voo disponível para o aeroporto de Ezeiza, no dia 05/01/11.

Como forma de minimizar o ocorrido e por uma liberalidade da TAM, estamos colocando a sua disposição um crédito de passagem no valor de R$137,67 (centro e trinta e sete reais e sessenta e sete centavos) referente ao gasto com uma diária de hotel e transporte em Buenos Aires.

Para a utilização do crédito, é necessário entrar em contato com o serviço Fale com o Presidente pelo telefone 0800 123 200, com pelo menos dois dias úteis de antecedência à emissão, informando a data e em qual loja da TAM será retirado. Após o envio da autorização, o crédito deverá ser retirado em uma loja TAM de aeroporto pessoalmente mediante documento de identidade original com foto e válido. O crédito poderá ser utilizado apenas em voos da TAM Linhas Aéreas S/A (voos JJ).

Essa concessão é válida até 01/03/2012 e não é reembolsável.

Contamos com sua compreensão e permanecemos à disposição para conhecer suas opiniões.

Atenciosamente,

Equipe Fale com o Presidente
TAM Linhas Aéreas S/A

Satisfatória? Acho que não…
Engraçado que algumas vezes por simples atrasos, eles saem distribuindo bônus.

4 comentários

  • Pois é, Oscar! Tá cada vez mais difícil, eu fui bem esperançosa com a TAM, fiquei superfeliz que consegui trocar as milhas, mas no começo do ano foi este caos…

  • Que coisa chata hein!

    Dificil escolher a Cia aerea menos pior no Brasil.. Esse ano o que tem de gente reclamando da TAM…
    Apesar de tudo espero que voces tenham curtido bastante esta viagem…Te,os bastante vontade de dar um pulinho em Mendoza numa das nossas proximas idas ao Brasil

  • Oi Si,
    Valeu pela força. Em breve mais notícias de Mendoza…

  • Que chato tudo isto hein! Espero que a TAM dê o reembolso adequado (apesar que o tempo perdido é impossível voltar…). E fico no aguardo dos posts sobre a parte boa das suas férias, pela prévia das fotos de Mendoza parece que teve muita coisa boa! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *