Segóvia – Bate-volta de Madri

Segóvia é tão lindinha que foi uma dificuldade escolher as fotos para fazer este post. É daquelas cidadezinhas todas de pedra, com ruelinhas estreitas que sobem, descem e fazem curvas. Uma delícia se perder por lá.
Vista de Segóvia

 

Praça do Aqueduto de Segóvia

 

Segóvia

 

Coreto da Praça da Catedral de Segovia

 

Escadarias de Segóvia
Muitas escadarias também.

 

Ruelinhas de Segóvia
Um exemplo das ruelinhas, esta até é larga.

Como Cheguei

Peguei um trem Avant na estação de Chamartín, a viagem é rapidinha, uns 30 minutos, custou $19,10 ida e volta (jun/2011). Da frente da estação de trem de Segóvia que fica um pouco afastada da cidade (é uma estação nova para trens de alta velocidade), partem ônibus para a parte central da cidade (o n°11 para no Aqueduto e o n°12 vai para a rodoviária). Era baratinho, menos de 1 euro (jun/2011). Peguei uma cópia dos horários para a volta.

 

O que fiz

As principais atrações da cidade são o Aqueduto e o Alcazar. Também entrei na Catedral. Todas as construções são belíssimas.
O aqueduto é visto por fora e de forma gratuita, é imponente já na chegada da cidade. Fiquei dando volta e indo de um lado para outro para tirar fotos de vários ângulos, acho que só dele foram umas 50!!
Aqueduto de Segóvia

 

Aqueduto de Segóvia

 

Aqueduto de Segóvia

 

 

 

 

 

 

 

O Alcazar é tão grande que quando você está perto, não é possível tirar foto dele todo. Ele tem umas árvores em volta que também atrapalham, acho que o único lugar para tirar uma foto boa dele, seria sair dele para o lado oposto a cidade.
A construção é linda por dentro e por fora. Os tetos de cada cômodo são impressionantes, é de ficar com dor no pescoço após a visita. As vistas do terraço e da torre são lindas, vale a pena pagar o ingresso para subir na torre (é opcional, os valores são diferentes).

 

Um pedacinho do Alcazar

 

Um fosso, tem uma ponte para passar por ele. 😉

 

Olha bem este teto!!

 

E este então, todo com relevos e encaixes.

 

 

Mais um teto impressionante

 

 

Que tal esta varandinha?

 

E este terracinho?

 

 

 

 

A Catedral lá ao fundo

 

Torre do Alcazar
Torre
A Catedral é imensa, não sou a maior fã de entrar em Igreja, acho um pouco de desrespeito ficar turistando onde tem gente orando, mas como em algumas há muitas obras de arte, acabo entrando em umas poucas. Esta foi uma delas. Fotos internas não são permitidas.

 

Catedral de Segóvia

 

O que comi


O tão famoso Cochinillo de Segóvia. É um leitãozinho criado e preparado de modo todo especial, uma delicia. Na praça em frente a Catedral tem vários restaurantes, perguntei para alguns locais qual seria o mais recomendado, com bom preço, claro. Decidi pelo La Taurina, o menu com tudo o que tem nas fotos abaixo saiu por 24 euros. Não foi assim tão baratinho, mas não queria arriscar e comer um leitão qualquer, rs. Olhando depois as indicações no TripAdvisor não são as melhores…

 

Comida Segóvia 01
Comi apenas a sopa da direita que tinha feijão e linguiça, a da esquerda tava muito não identificável e com cheiro estranho, lembrei de dobradinha e não comi (o nome em espanhol também não me dizia nada).

 

Comida Segóvia 02
Pernilzinho do Cochinillo com fritas.


Dicas

  • Assim como várias outras atrações que visitei na Espanha, este lugar é um patrimônio histórico mundial, veja mais informações no site da Unesco.

Veja também

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *