Cuenca – De Madri a Valencia

Cuenca é uma gracinha! É uma ladeira sem fim, o Castillo, um dos pontos principais fica no alto do morro. Depois é só aproveitar a vista ladeira abaixo. Uma delícia de passeio.
Cuenca
Plaza Mayor

 

Como Cheguei

Peguei um trem na Estação de Atocha para Cuenca, é aproximadamente 1 hora de viagem. A estação de trens rápidos de Cuenca é bem longe da cidade. Peguei um ônibus de lá para a rodoviária ($1.10 jun/2011), deixei minha mala no locker (“consigna”) da rodoviária, já que o guarda mala da estação de trem ainda não havia inaugurado (em junho/2011, pelo site tinha visto que tinha). Eu estava com mala porque Cuenca era o meu pit-stop entre Madri e Valencia. Depois da rodoviária peguei um ônibus ($0.70 jun/2011) até o centro histórico de Cuenca que é morro acima, desci na Plaza Mayor, mas recomendo fortemente seguir até o Castillo, a subida a pé foi bem sofrida. O caminho é bonito, parei para respirar e tirar fotos várias vezes, mas pode deixar isso para a descida. Na volta, desci a pé até a rodoviária, peguei minha mala e o ônibus para a estação de trem.

O que fiz

Peguei um mapa turístico na estação de trem e saí andando pela cidade. A única coisa que tinha lido a respeito antes de chegar lá era sobre as casas “colgadas” (penduradas) nas encostas dos morros. Descobri várias construções antigas, visitei o Museu Provincial e me perdi por suas ruazinhas. A cidade não é muito cheia de turistas, a maior parte dos grupos que vi era da Espanha mesmo. Eu achei tudo um charme e gostaria de ter feito umas trilhas que tinham pelas encostas, mas não fui preparada para isso.

 

 

 

As casas colgadas à esquerda, vistas de cima do morro

 

 

 

 

Um lado do Castillo

 

Outro lado do Castillo

 

Parador de Cuenca

 

 

 

 

Casas Colgadas

 

 

 

Puente San Pablo

 

 

 

 

 

Descendo de volta à Rodoviária

 

 

 

 

O que comi

Comi um ajoarriero com bacalhau desfiado na Plaza Mayor. Andei para lá e para cá e escolhi um dos restaurantes com mesinha na rua, muito gostoso.

 

Dicas

  • Assim como várias outras atrações que visitei na Espanha, este lugar é um patrimônio histórico mundial, veja mais informações no site da Unesco.

 

Veja também

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *