Escolas para estudar inglês em Dublin – Irlanda

Acho que depois de escolher o lugar, o mais difícil é escolher a escola para estudar inglês. São tantas opções… Tantas variáveis. Eu estava procurando uma escola BOA com poucos brasileiros e com uma faixa etária mais alta. Mas geralmente estas informações são difíceis de conseguir. Joguei muita coisa no Google, como: melhor escola de inglês em Dublin, avaliação de escolhas de inglês, etc. Não achei muita coisa útil.

Minhas maiores fontes de informações foram o E-dublin, o site da Time2Travel, o pdf da Experimento e alguns vídeos no YouTube sobre as escolas.

Lista inicial

Entrei no E-dublin para procurar algumas informações iniciais e comecei com esta Lista de escolas aprovadas pelo governo. Que é imensa, mas bem útil, se não fosse este post, nem saberia que existia.

Algumas opções de escolas
International House – IH

Esta foi a primeira escola que a Egali me apresentou depois de eu explicar o que estava procurando. É uma escola premium pela classificação deles. A descrição diz: escola de padrão superior, boa estrutura, professores nativos, 6 níveis de idioma + cursos preparatórios. Indicado para quem busca foco no ensino. Me pareceu uma boa opção.

iStudy International – ISI

Opção da Egali com um custo um pouco menor, para quem busca um investimento não muito alto. Tem 5 níveis definidos, não há garantia de nível Beginner. Não era bem o que eu procurava. Acho que para quem vai ficar mais tempo, o custo impacta mais, no meu caso são apenas 4 semanas.

Education First

A EF trabalha com seus próprios International Language Centers. Assisti o vídeo de Dublin e de Brighton. Parecem legais, bem modernos e estruturados.

Eurocentres

Este aqui pelo pdf da Experimento parecia uma ótima opção, pois só tinha 7% de latino americanos (não tinha nem Brasil separado na estatística) e a faixa etária de maiores de 31 anos engloba 31% dos alunos. Números muito bons. Comparando com o ISI que comentei anteriormente, no pdf mostra 37% de brasileiros e apenas 11% com mais de 31 anos. Mas também achei muito europeu, não sei se ia me sentir muito latina lá…

Kaplan International English

A primeira opção que me indicaram na Experimento depois de eu explicar o que procurava. Pelo pdf tem 17% de brasileiros, mas não mostra a faixa etária. Pela foto já estava se aproximando mais do tipo de escola que eu procurava, um “imponente edifício georgiano”. Maaaas… vou aproveitar o post para deixar um alerta para a Kaplan. Algum tempo atrás, alguma pessoa muito sem noção que provavelmente foi contratada por eles aqui no Brasil, ficava comentando nos blogs de viagem e fazendo propaganda da escola. Tipo em um post de Londres, a pessoa comentava: conheci Londres durante o meu intercâmbio que fiz com a maravilhosa escola Kaplan, bla bla bla… Péssimo. Apenas não. Descartei a escola só de birra.

Emerald Cultural Institute – ECI

A segunda opção que a Experimento me indicou foi o Emerald Cultural Institute, eu já tinha pesquisado um pouco e acho que já tinha até colocado na minha cabeça que esta era a escola que eu queria. Vou dizer que nem sei bem o porquê. Li o nome, vi as fotos da “graciosa mansão vitoriana com um maravilhoso jardim com vista para o Palmerston Park” e já me imaginei lá. Tipo amor a primeira vista. Conversei com a moça da Experimento e era tudo que eu procurava. A faixa etária majoritária é de 25 a 27 anos, uns 10 anos a menos que eu, mas acho que não é crítico. Apenas 12% de brasileiros. Assisti uns vídeos sobre a Emerald no Youtube e me decidi.

ECI – Emerald Cultural Institute

Griffith Institute of Language

Porém nestas pesquisas no Youtube e no site da Time2 Travel eu acabei encontrando um vídeo do Griffith Institute e quase mudei de ideia. Mas como não tinha pedido nenhum orçamento, não tinha visto mais nada, nenhuma agência tinha me indicado, resolvi deixar de lado… Mas acho que preciso dividir esta informação com vocês.

Griffith Institute of Language

Outras escolas e outra opinião

Tem uma amigona minha que está lá Irlanda faz 3 meses estudando inglês, perguntei para ela (por WhatsApp) como foi a pesquisa dela. Transcrevo aqui embaixo o que ela me enviou (Obrigada Bru!!):

Pesquisei cerca de 10 escolas. Fiquei em dúvida entre 4: Ulearn, Atlas, ATC e The Horner. Escolhi a The Horner, pois as instalações e a atmofesra pareciam bem de família e conservadoras. Olhando as fotos e lendo sobre parecia que realmente iria ser assim e foi! Um mix de nacionalidade ótimo. Nas primeiras duas semanas só tinha eu de brasileira e o total na sala era de 4 alunos. Finalizo meus estudos em 4 meses. Comecei com inglês zero e depois de 2 meses consegui mudar de nível. Eles oferecem atividades extras, mas neste quesito é bem light. O foco deles é gramática, para quem quer praticar mais speaking indicaria alguma escola com outro método, tipo Callan.
Por Bruna Romblsperger – Instagram com fotos lindas da Irlanda atualizado diariamente: @bruromblsperger

Faltam menos de 3 meses para eu ir para a Irlanda!!! Uhuuuuullll

Outros posts sobre intercâmbio:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *