Roteiro de Madri

Duas palavras: Amei Madri! Foi amor a primeira vista. Já no ônibus chegando do aeroporto, passando pelo Palácio de Cibeles e pelo Paseo del Prado senti vontade de chorar. A cidade é linda e tinha um sol maravilhoso me recepcionando! Até esqueci as quase 11h de vôo e senti vontade de andar por todas as ruas naquele dia mesmo! Todos (100%, talvez a Patricia do Turomaquia não, vai 95%) com quem falei disseram para eu ficar menos tempo em Madri e mais dias em Barcelona, que Madri era meio sem nada para fazer e Barcelona era isso e aquilo. Agora que eu voltei posso afirmar, Madri me tocou muito mais que Barcelona. Acho que por ser mais organizada, limpa, menos turistada, sei lá. Gostei, aprovei e quero voltar!!


Clique na imagem acima para abrir o Google Maps

Como Cheguei

Peguei o ônibus Línea Exprés Aeropuerto. A tarifa é de $2 e ele pára em alguns pontos da cidade, sendo a última parada em Atocha, onde peguei o metrô direto para o meu hotel. Gostei porque fiz uma baldeação a menos, não sabia como seriam as outras estações, se teriam escada rolante ou elevador. Ele acaba custando um euro a mais que o metrô, pois o metrô do aeroporto até a cidade custa $2. Este ônibus custou $2 e depois tive que pagar mais $1 do metrô (aproveitei e já comprei o ticket de 10 viagens nesta hora). Acho que valeu, você já vai olhando a paisagem, é bem rapidinho e tem lugar para as malas! Um detalhe é que ele só aceita notas abaixo de $20 e eu só tinha de $50. Aproveitei, comprei as passagens Cuenca-Valencia e Valencia-Barcelona num estande da Renfe dentro do aeroporto e troquei o dinheiro.

Onde fiquei

No Hostal Aresol, reservado pelo Booking. Não sei se recomendo ou não, tire suas próprias conclusões, eu não me arrependo. O prédio e o elevador são meio assustadores, até fiz um vídeo, mas não sei se posto, sou meio tança neste aspecto, pois não sei editar aqui está o link, por outro lado, o hostal tem um quê de moderno, veja neste vídeo aqui. Mas o quarto é bem prático e limpo. Com tudo o que é necessário. A localização é ótima e o preço também ($40 a diária individual em junho). Não tem café da manhã, mas tem wi-fi grátis. Eu já nem tenho procurado hotel com café da manhã fora do Brasil, para o meu padrão de preço nunca vale a pena, sempre é um café meia boca, cheio de gente e as mesmas poucas coisas. Em Madri cada dia ia num lugar e comia algo diferente: churro, croissants, tostadas, montaditos, boccadillos. Uma delícia e sempre tem um menu/combo desayuno que vale muito a pena, tipo $2,50 ou $3,00 com algum pão e bebida.
O quarto era tão pequeno que nem dava para tirar foto tipo paisagem, mas tinha ar condicionado e TV de LCD!

 

 

O que fiz
Roteiros de 6 dias em Madri:

Lembrando que este é um roteiro aproximado, passei por todas estas atrações, mas não entrei em todas. Depois farei posts específicos sobre cada dia, com informações sobre cada atração, para que cada um escolha o que lhe interessa visitar. A divisão entre as atrações visitadas segunda e terça se deve aos dias e horários de abertura. Nos bate-volta também tive a preocupação de verificar os dias de funcionamento, para não correr o risco de viajar e encontrar o principal atrativo fechado.

Dia 1 – segunda-feira: Palácio Real, Catedral de Almudena, Muralha Árabe, Calle Mayor, Plaza de la Villa, Plaza Mayor, Puerta del Sol, Caixa Fórum, Museu de Arte Reina Sofia, Parque del Retiro e Puerta del Alcalá. Veja os posts deste dia: Parte I e Parte II.

Palácio Real

Dia 2 – terça-feira: Palácio de Cibeles, Museu Thyssen-Bornemisza, Museu do Prado, Plaza de Santa Ana, Plaza Espanha, Templo de Debod, Teleférico de Madri, Rosaleda do Parque de la Montanha e Campo del Moro. Veja os posts deste dia: Parte I e Parte II.

Museu do Prado
Dia 3 – quarta-feira: Bate-volta El Escorial
O Monastério
 Dia 4 – quinta-feira: Bate-volta Segóvia
O Aqueduto
Dia 5 – sexta-feira: Bate-volta Toledo
Uma das entradas da cidade
Dia 6 – sábado: Bate-sem-volta Cuenca (a caminho de Valencia)
As casas a beira de um paredão

 

O que comi
Tudo o que me recomendaram, dentro das possibilidades do meu paladar! Paladar = sem frutos do mar.

Croquetas de jamón e pollo

 

Este foi o restaurante mais baratinho e com as maiores meia-porções que já vi (fotos abaixo).

 

Meia-porção de huevos rotos con papas

 

Meia-porção de jamón y quesos

 

E a mesa completa com: 2 meia-porções à escolha, pães, copa de vino (ou cerveja ou refrigerante) e salada de batata. E o melhor, por $8!!

 

Meia-porção de churro com chocolate quente na San Ginés por $3! Pertinho do hotel, foi um café da manhã…

 

Tostada con jamón y sangria por $12, na Mesón 5J, do lado do hotel.

 

Lanchinho no El Corte Inglés, ganhei um cupom de desconto numa compra e este lanche saiu por $5, podia escolher este ou um brownie e café. Perdi a noção da hora nas compras e engoli isto correndo para depois ir ao show flamenco.

 

Uhm, o Museo del Jamón é meio inexplicável. O que interessa é que tem lanches deliciosos, pode comer no balcão ou pedir para levar, inclusive tem um balcão só para quem vai comprar para levar, foi o meu caso.

 

Melhor e mais barato bocadillo de jamón que comi. Acho que custou $1,50 ou $2.

 

100 Montaditos, você escolhe os montaditos pelo número diretamente no caixa, dá o seu nome e aguarda o chamado (Carolina, por favor!) e retira numa  janela da cozinha. Prático, rápido, com muitas opções e baratinho. Os preços de cada montadito variam de $1 a $2, dependendo dos ingredientes. Para acompanhar um tubo de tinto de verano.

O que comprei

Muitas coisas!!! Infelizmente perdi as rebajas, estava em Madri uma semana antes do início, uma pena, mesmo assim comprei várias coisas com preços bons, comparado com o Brasil.
  • Bolsas da Kipling no El Corte Inglés, com 10% de desconto para turista (veja o cupom na foto abaixo), peguei esta dica no Sundaycooks, apesar de que lá fala em cupons para cada valor de compra, o que usei era de 10% direto! Ou seja, podia ir comprando de andar em andar, para pegar o desconto com o mesmo cupom e depois juntar tudo para o Tax Free. E o Tax Free já chegou, antes mesmo do cartão fechar! No final deu quase 20% de desconto.
  • Maquiagens na Sephora, se fizesse o cartão de fidelidade na hora ganhava 20% de desconto. Eu já tinha da França e dos EUA, mas a moça disse que não aceitava e que eu podia fazer um da Espanha. Quando fiz em Paris, a moça disse que eu poderia usar em toda Europa. Não ganhei nenhum brinde desta vez, a Sephora é campeã de brindes. Mas com 20% de desconto e mais Tax Free nem vou reclamar de brindes…
  • Roupas na H&M, muitas blusinhas por $4,99, camisas por $9,99 e vestidos por $14,99 ou $19,99. Com Tax Free também.
O resto das compras foi em Barcelona, depois eu conto…

Dicas
A foto abaixo mostra os mapas, tickets e cupons mais úteis:

  • Folder do ônibus do aeroporto para a cidade.
  • Cupom de desconto da El Corte Inglés.
  • Abono Paseo del Arte: é um superdesconto nos 3 principais museus da cidade: Reina Sofia, Prado e Thyssen-Bornemisza. Custa $17,60, se fosse comprar separada sairia por $22. Peguei a dica no Turomaquia, não encontrei um site oficial.
  • Tickets de Metrô de 10 viagens e unitário. O bilhete unitário custa $1 e o de 10 viagens $9,30. Não chega a ser um descontão, você tem que fazer realmente as 10 viagens para valer a pena. Mas é melhor do que ter que ficar catando moeda e parando nas máquinas a cada viagem. Como eu usei 11x o metrô, valeu a pena. Se quiser saber como usar o metro de Madri, tem este post do SundayCooks bem mastigadinho.
  • Mapas de ruas e do metrô (tinha no iPhone também, mas numa emergência sem bateria, nunca é demais carregar um impresso).

 

Papéis que não saíram da bolsa durante os dias em Madri.

Veja também

___________________________________________________________________
Compre os tickets para as atrações de Madri por este link e ajude o blog. Temos uma parceria com o Ticketbar e a cada reserva realizada pelos nossos links você ajuda a manter o blog.
___________________________________________________________________

 

13 comentários

  • Pingback: Product Life Cycle Diagram Blog

  • Oi, Carolina! Obrigada pelo post!! Vou em janeiro p Europa e a primeira parada será em Madrid. Passarei 4 dias e já estava quase cancelando com medo da imigraçao e de não saber muito o que fazer na cidade. Seu roteiro vai me ajudar a fazer o meu. Tem como vc falar como foi recebida pela imigracao? Eles ainda pega no pé dos brasileiros? Gde abs!! Lana

  • Carol,
    ainda está prestando informaçoes de suas viagens? estou vendo que o ultimo post é de 11/2012.
    abraços e parabens!
    Ivo

    • Oi Ivo, tem posts mais novos, o blog está ativo, é que não teve mais comentários neste post, rsrs… Você gostaria de tirar alguma dúvida?

  • Olá, gostaria de saber como conseguir o cupom de desconto para o El Corte Inglés.
    Obrigada

  • Bem vinda ao grupo dos que preferem Madrid.
    É mais organizada, mais segura, as pessoas sao mais legais, as festas sao melhores, os homens se vestem melhor e a cidade te surpreende.
    Adorei o post, as fotos e ler tanta coisa boa sobre Madrid que eu amo tanto!!!!

    Dany

  • Eu também prefiro Madrid, é mais Espanha, na minha opinião. Mas claro que tem que conhecer Barcelona, uma das poucas cidades européias onde a informação turística realmente funciona e BEM!!! Além do que as melhores obras de Gaudí inundam a cidade de brilho e singularidade.
    beijos

  • Eu vou dia 30/09 acho que dá pra ler todas as dicas sim! Obrigada pela gentileza e pode deixar qualquer coisa eu dou um grito, rsrsrsrsr
    bjokas

  • Oi Luiz,
    Isso que todo mundo me diz, que prefere Barcelona. Eu moraria bem feliz em Madri.

    Oi Lilica,
    Que bom que você está gostando das dicas! Quando você vai? Será que vai dar tempo de ler todas as dicas? Se precisar de mais alguma coisa específica, pergunta aqui.
    Madri é mesmo mais barata que Barcelona, na região Central de Madri conseguia comer bem por menos de $10, enquanto que em Barcelona gastava de $15 a $20! Não cheguei a colocar no post, porque comia antes de lembrar de tirar foto, mas comi alguns menus em Madri por $12 (primeiro e segundo prato, sobremesa, pão e bebida).

  • PERFEITO!!! adorei!
    tirei muitas dúvidas, muito legal vc colocar os valores junto, como estou na fase final de planejamento tenho uma base para passeios e comida que sempre é mais complicado.
    Madri me pareceu mais barato que Barcelona em questão de comida, é isso mesmo???? há…e to louca pra comer esse churro com chocolate, rsrsrsr
    Não vejo a hora de ler o post de cada lugar! obrigada..bjocas

  • Eu acho que se for pra escolher 1 cidade entre Madrid e Barcelona, eu escolho Barcelona.

    Agora, Madrid possui algo muito bom que são várias cidades lindas em seu entorno que são perfeitas pra bate-volta… e por isso, escolheria Madrid como destino de viagem pela sua localização perfeita

    P.S: Adorei o tança… lembrei dos papos com meus parentes de Floripa… haha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *