Motivos para fazer intercâmbio – curso de idioma no exterior

Motivos para fazer intercâmbio

Motivos para fazer intercâmbio

Daqui a exatos 7 meses estarei embarcando para fazer um curso de idiomas no exterior. Serão apenas 4 semanas de aula porque só tenho 30 dias de férias. Não será um super intercâmbio, mas é melhor que nada e estou bem empolgada de que isso vai me ajudar a perder a vergonha de falar inglês.

Até lá, mensalmente, vou responder algumas perguntas que as pessoas me fazem na forma de posts. A primeira pergunta é: por que fazer um intercâmbio? Vou listar aqui meus motivos para fazer intercâmbio. Pode não ser a verdade absoluta ou a realidade de todo mundo, mas é a minha opinião e o que me levou a procurar esta opção de viagem para as minhas férias.

  1. Aprender um idioma de maneira mais eficiente
  2. Melhorar o currículo
  3. Ter a experiência de morar fora do seu país
  4. Conhecer a cultura de outro país
  5. Desenvolvimento pessoal
Aprender um idioma de maneira mais eficiente

Já estudei inglês algumas vezes e sinto que se não estudar imersa em um ambiente com 100% de inglês o tempo todo, não vou nunca ficar fluente. Acho que um curso de 1 mês não vai me trazer a fluência que preciso. Mas talvez destrave um pouco mais a língua e com algum esforço antes e durante o curso, eu sinta o inglês de forma um pouco mais natural na minha cabeça. A cada viagem que fiz de 2 ou 3 semanas para os Estados Unidos, volto pensando em inglês, mesmo não estudando ou conversando muito, mas só de ter as informações todas ao redor em inglês, acaba entrando no cérebro sem muito esforço.

Melhorar o currículo

E para que estudar inglês? Meio boba esta pergunta… Não sei nem se o certo é melhorar o currículo ou preencher um requisito mínimo para diversas vagas. Para quase todas as coisas que faço ou gostaria/precisaria fazer é necessário saber inglês. Ok, fiz um mestrado, passei no exame de proficiência na USP sem maiores problemas, mas e para um doutorado será que passaria? Ou um doutorado fora do país? Ou alguma vaga de emprego no exterior? Ou mesmo aqui recebendo fornecedores, clientes, colegas de fora… Muita vergonha uma consultora com inglês meia boca.

Ter a experiência de morar fora do seu país

Cada vez tenho mais vontade de morar fora do país, acho que é um jeito de ter um gostinho. Voltando a mesma tecla, 30 dias é pouco para realmente sentir a diferença, mas conheço pessoas que viajam 15 dias para fora e já procuram restaurante brasileiro ou coisas assim. Então acho que serve de test drive, o máximo que já fiquei fora foram 3 semanas. Agora serão 5 (4 de curso e 1 de férias nas férias)! Conversando com alguns colegas de trabalho, acho que o ideal ainda seria fazer isso durante o inverno no hemisfério norte, para você ter mais certeza se aguenta mesmo morar fora do Brasil e aguentar uns 9 meses de frio dependendo do lugar. Não é o meu caso no momento, que vou viajar em agosto para o hemisfério norte, mas é um assunto a se pensar no futuro.

Conhecer a cultura de outro país

Acho que isso é muito legal, em algumas viagens a gente tenta conhecer a cultura local, mas só come uma coisa, assiste ou participa de um festival. Normalmente não dá muito tempo de vivenciar mesmo a cidade, a comunidade ou os costumes. Então acho que ficando 4 semanas em um mesmo lugar dá para conhecer mais um pouquinho. Claro que isso depende do seu interesse e de quanto você vai interagir com a cultura local. Pode ser bom até para você valorizar mais o seu próprio país…

Desenvolvimento pessoal

Por último, mas não mais importante, acho que ajuda no desenvolvimento pessoal. Eu já costumo viajar sozinha, então até me conheço bem e fico super de boa sozinha. Porém, como quero conhecer o local, as pessoas e a cultura, vou ter que fazer um esforço para interagir mais. Não só interagir na forma de fazer amizades, que até faço facilmente, mas de conviver com outras pessoas e sob outras regras. Pensei muito na forma de hospedagem e vou falar isso em outro post, mas as melhores formas de conviver e conversar são as hospedagens onde você tem menos privacidade. Isso vai ser um desafio imenso para mim! Adoro ter o meu cantinho, me atirar e me espalhar pela minha casa ou por um quarto de hotel, mas este tipo de hospedagem não é o mais legal para o meu objetivo então o jeito vai ser aprender a conviver com outras pessoas, de outras culturas, com regras diferentes da minha casa. Desafio à minha paciência limitada!

E você que já fez ou está pensando em fazer um intercâmbio, quais são os seus motivos? Conta aí para mim!

Outros posts sobre intercâmbio:

7 comentários

  • Passei uma parte da minha juventude fazendo intercâmbio, e sem duvidas foi a melhor coisa que eu fiz, então quem tiver oportunidade de fazer vai que vai ser um diferencial em sua vida… Otimo post sucesso…

  • O intercambio e uma alternativa muito boa das pessoas terem um maior aprendizado conhecendo outras culturas. Sem duvidas o melhor aprendizado.

  • Olá sem duvidas o intercambio proporciona as pessoas mais um aprendizado vida. Aprender outras culturas e sem duvidas muito prazeroso. Sem ótimo conteúdo…

  • Carol gostei muito do post! Você me incentivou a voltar a estudar! Já me matriculei no curso de inglês 😉 Obrigada Bjs!

  • parabens pelo seu conteudo Gostei Muito

  • Oi Carol, muito legal seu post. Eu penso em fazer um intercâmbio, também para destravar na hora de conversar em inglês. Um dos medos que me travam um pouco para ir de fato, é por não ser mais uma jovenzinha…rs, já estou com 45. O custo também me preocupa, depois dê umas dicas de quanto você está investindo no seu intercâmbio. Bjo.

    • Oi Alessandra,
      Também estava pensando se tinha passado da idade de fazer intercâmbio, estarei com 36 anos lá. Acho que com a idade a gente muda um pouco a mentalidade, não é aquela coisa de que tudo é festa e a gente se acostuma com mais conforto. Claro que isso varia muito de pessoa para pessoa. Eu conversei com algumas pessoas e vi que tem gente com tudo que é idade. Nos próximos posts eu vou falar um pouco mais sobre alguns assuntos, como por exemplo o que eu procurei na hora de escolher uma escola. Vou anotar aqui a parte de custos, eu me surpreendi pq achava que era super caro e vai sair mais barato do que muita viagem que já fiz. Umas pessoas das agências até falaram que o pessoal acostuma e acaba viciando em intercâmbio por ser mais em conta. Bjo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *