Roteiro na Ilha de Marajó

Ilha de Marajó

Búfalos na Ilha de Marajó

Já comecei a viagem com a dúvida se é Ilha de Marajó ou do Marajó. E não descobri qual o oficial. A Wikipedia que costuma ser a minha fonte de informação, coloca no título uma forma e no texto de outra. Bom deixa pra lá… O que importa é que a ilha é muito diferente, tem paisagens não usuais e que são encantadoras. Para começar tem búfalos andando livremente pela cidade. Tem fazendas e pedaços de mangue e igapós, além das árvores com as raízes expostas nas praias que deixam a paisagem com um aspecto muito singular.

Como chegamos

Fomos com o Tapajós Expresso Hidroviário que é o catamarã que faz o percurso entre Belém e Soure em 2h. A compra do bilhete pode ser feita online e em caso de feriado é bom comprar com antecedência, quando fomos trocar nossas passagens no guichê vimos que estava esgotado pelos próximos dias (fomos no sábado de carnaval) e chegando em Soure também vimos cartazes que os barcos para retornar estavam lotados também. Tive um pequeno problema ao tentar comprar pela primeira vez, pois nas minhas pesquisas não apareciam opções de retorno domingo, segunda e terça de carnaval, o que complicava muito a minha ida para a Marajó. O horário de ida do barco lento era 6h30 da manhã e não me animou muito. Cheguei a desistir por um tempo de ir para Marajó ou deixar para procurar em Belém um pacote ou algo assim.

Uma semana antes apareceram opções de ida e volta todos os dias, só que isso acarretou outro problema: encontrar quartos disponíveis nos hotéis e pousadas. Conto mais no próximo item, vamos voltar ao barco. O terminal hidroviário de Belém é muito bom, bem estruturado e o embarque foi tranquilo. As poltronas estavam com uma disposição diferente do que aparecia na internet, desta forma, tinham vários casais e famílias separados. Nada traumatizante, mas bem desnecessário. De resto, o barco é ótimo e realmente muito rápido apesar do tamanho. Metade da viagem da ida foi bem tranquila, mas depois sacudiu muito!!! E várias pessoas passaram mal. Se você enjoa, recomendo um Dramin. Eu tomei na volta por precaução e acho que nem precisaria, chacoalhou alguns minutos durante uma chuva forte, mas depois acalmou.

Expresso Tapajo 01

Expresso Tapajo 02

Expresso Tapajo 03

Onde ficamos

Na Pousada Don Melo em Salvaterra. Como eu comentei antes, acabei não reservando nada, pois não tinha conseguido comprar o barco. Quando tentei reservar 1 semana antes, todas as pousadas de Soure já estavam esgotadas em todos os buscadores que eu costumo usar para hospedagem (Booking, Hoteis.com, Trivago, TripAdvisor), o jeito foi olhar para Salvaterra. E tinha 1 quarto disponível! Nota 8 no Booking, preço e localização bons. Reservei, mas nem reparei que eram só 5 avaliações.

O atendimento é muito bom, os donos são simpáticos e esforçados, mas fora isso e a localização, o resto deixou a desejar. Até entendi que o wifi e a TV estavam fora do ar por causa de umas chuvas fortes que tiveram alguns dias antes. Mas a limpeza do banheiro foi o pior para mim. Tinha cabelo espalhado, mofo nos cantos, mofo no assento do vaso sanitário, aranha e mosquitos, além de não ter box e água quente. O local todo está em construção, então o aspecto não é dos melhores, porém até está organizado ao máximo que uma obra pode ser. O café da manhã é bem fraquinho, pão com manteiga, café, suco e algumas frutas, tudo disposto de uma forma meio chata por causa das moscas. O ar condicionado funcionava apesar de barulhento. Ainda bem que foi só uma noite.

 

Pousada Salvaterra 01

Pousada Salvaterra 02

Pousada Salvaterra 03

Pousada Salvaterra 04

Pousada Salvaterra 05

___________________________________________________________________
Faça sua reserva de hotel em Salvaterra por este link e ajude o blog. Por ser um serviço que utilizamos com frequência, temos uma parceria com o Booking e a cada reserva realizada pelos nossos links ou pelo buscador da barra lateral você não paga nada a mais e ajuda a manter o blog.
___________________________________________________________________
O que fizemos
Roteiro de 2 dias na Ilha de Marajó

Dia 1 – dia da chegada: praia de Barra Velha e Fazenda Bom Jesus

Ilha do Marajó 01

Dia 2 – dia da partida: Fazenda São Jerônimo

Ilha do Marajó 02

O que comemos

Eu não podia sair de Marajó sem experimentar o Filé Marajoara que é carne de búfalo com queijo de leite de búfala por cima. Mas não é que foi difícil de encontrar, pois o queijo de búfala estava em falta? Encontramos no Restaurante e Pousada Ilhabela, quase em frente ao píer onde chega o Tapajós Expresso. Também almoçamos na praia de Barra Velha e foi bem barato: R$5 caranguejo com arroz, feijão, farofa e vinagrete e R$25 o prato feito com filé de filhote e acompanhamentos. O PF serve duas pessoas, dá uma olhada na foto.

Comida Marajó 00

Comida Marajó 01

Comida Marajó 02

PF servido em um marinex!

Comida Marajó 03

Experimentei um guaraná local. Bem docinho.

O que compramos

Nada! Queria trazer queijo e alguma lembrancinha, mas não encontrei nenhum dos dois.

Dicas

Para fazer o deslocamento entre Salvaterra e Soure, utilizamos o “popopó”, pois eles vão até a praça de Salvaterra que era bem perto do nosso hotel. Custa R$3 até as 18h e se tiver algum após este horário (era feriado e tinha), custa R$4 (fev/2016). A viagem dura uns 20 minutos com muito cheiro de diesel. Não se faça de rogado se ele já estiver saindo do píer, acene (e grite, se preciso) que ele volta. Existe também a opção de balsa para quem estiver de carro, mas também só opera até umas 18h e se você estiver a pé vai precisar de um taxi do lado de Salvaterra, pois chega na estrada e fica a uns 6 km dos ruazinhas onde ficam as hospedagens. A opção fora de horário é a rabeta que funciona 24h.

Popopo

Popopó (é o barulho do motor!)

Veja também

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *