Ronda – 1° Dia

Cheguei em Ronda às 16h, fiz check-in e fui procurar um lugar para almoçar quase às 17h, pensei que nem ia conseguir ver nada da cidade. Mas como anoitece tarde e a cidade é pequena, consegui dar uma volta geral para reconhecer o terreno. No dia seguinte fiz quase a mesma coisa, mas com outra luz e entrando em alguns lugares. Fiz um mapinha mais ou menos por onde passei, já nem todas as ruelas e mirantes estão no Google Maps. A única coisa que realmente queria ver em Ronda era a ponte imensa (Puente Novo) e isso posso dizer que vi de todos os ângulos. O resto da cidade é uma gracinha também, parece dos sonhos, o pesadelo é caminhar por todas as subidas e descidas. Não faça a bobagem de sair de Havaianas como fiz neste primeiro dia, pensei que não ia caminhar muito, mas não foi bem o caso. Tem umas descidas super íngremes e escorregadias, vi umas mulheres de pés descalços e outras arrebentando rasteirinhas. Tênis é a pedida para se perder nas ruas de Ronda sem se preocupar com mais nada fora a paisagem.

 

Ronda

Ronda

Puente Novo

Igreja ao lado do hotel

 

 Real Maestranza de Caballería de Ronda

 

Plaza de Toros de Ronda – uma das mais antigas da Espanha

 

Plaza de Toros de Ronda

 

 

 

 

 

Vista de um lado do Puente Nuevo

 

Vista para o outro lado do Puente Nuevo

 

Puente Nuevo
Puente Nuevo

 

Viajeros Romanticos

 

 

 

Início da descida do Tajo, só desci mesmo no dia seguinte

 

 

Outro lado do Puente Viejo

 

Puente árabe (sim, tem 3 pontes)

 

Puente Viejo visto de cima

 

 

Esta descida que escorrega muito

 

 

Puente Viejo visto do Puente Árabe

 

 

Jardins lindinhos

Gostou de Ronda? Eu me apaixonei!!!

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *