Roteiro de Chicago

Fiquei de segunda a sexta em Chicago e deu para aproveitar bem a cidade. Achei a cidade bem bonita, limpa, organizada e fácil de se locomover.
Chicago

Chicago

Como Chegamos

Meu voo original era Guarulhos (GRU) – Nova York (JFK) – Detroit (DTW) – Milwaukee (MKE). Porém quando cheguei no JFK, meu voo para Detroit estava cancelado, fui no balcão da Delta perguntar em qual voo eu iria e eles disseram que o próximo voo era de La Guardia (LGA) e que via Detroit, eu iria chegar umas 5 horas após o meu horário original. Depois de muito conversar e elas verificarem o que era possível, me colocaram num voo de La Guardia direto para Milwaukee. Só que o voo era em 40 minutos e eu estava no JFK. Falei que não ia dar, mas me mandaram correr para pegar o onibus entre os aeroportos (com um voucher e sem a minha mala que já havia sido redespachada). Resultado: fiquei do lado de fora do aerporto congelando a 0°C por 45 minutos até aparecer uma van que não tinha nada a ver com a identificação da placa e do voucher, mas aceitaram o voucher e me levaram para La Guardia. Chegando lá tive que explicar toda a bagunça dos voos e me remarcaram para um voo 2 horas depois. Resumindo, era para eu chegar meio dia em MKE, cheguei 15h30 sem a mala que chegou no voo das 16h30. Podia ter ficado no JFK com a mala e chegaria às 16h30 sem correr, congelar e depois esperar a mala.
De  uma maneira geral eu gostei da Delta, comissários simpáticos, serviço de bordo bom e entretenimento individual com todos os filmes indicados e ganhadores do Oscar.Fomos de carro do aeroporto de Milwaukee para Chicago.

Onde ficamos

Consegui uma boa promoção do The Godfrey Hotel no Hoteis.com, 4 diárias em abril por R$900!! Já cobrou em reais, sem IOF. Este valor já tinha um desconto de 10% por reservar no aplicativo para celular. A diária original era $116, muito boa também. O hotel é novinho, bem localizado e com quartos e banheiros bons, grandes e limpos. Tem internet incluída, mas não tem café da manhã.
Uma reclamação que vi no TripAdvisor foi a respeito do barulho do bar. O “rooftop bar” fica no quarto andar. Meu quarto era no quinto andar e a janela do banheiro tinha vista para a parte aberta do bar (última foto do hotel), dava para ouvir as pessoas falando e a música ao fundo, mas não chegou a atrapalhar e eu tenho sono leve. Mas, sei lá, pessoas que estão acostumadas com silencio absoluto, podem estranhar.

 

 

 

 

 

 

 

Vista do banheiro, embaixo é o bar do hotel

O que fizemos

1° Dia
The Field Museum
Shedd Aquarium
Adler Planetarium (não entrei neste)
Willis Tower (ou Sears Tower)

2° Dia
Magnificent Mile
Architectural Boat Tour
Millenium Park (Cloud Gate e Crown Fountain)
Chicago Art Institute
Grant Park e Lake Michigan

3° Dia
Navy Pier
Water Tower Place
360Chicago (ou John Hancock Observatory)

O que comemos

Todas as coisas tradicionais e mais alguns:

Italian Beef

 

Opção com pimentas e pimentões

 

Café da manhã no Meli

 

Chicago style hot dog

 

Opção com pimentas

 

Pãozinho de entrada na Due

 

A pizza deep dish

 

A massa é grossa e bem crocante, chega a ser difícil de cortar

 

Café da manhã no Tempo Café

 

Hambúrguer no Butcher

 

Você escolhe tudo: pão, carne e acompanhamentos (a dijon é de chorar!!)

 

Cupcakes da Sweet Mandy B’s

 

Croque Madame no Yolk

 

Omelete no Yolk

 

Shepherd’s pie no Fadó Pub

 

Pipoca de queijo e caramelo do Garrett

O que compramos

Não comprei nada fora lembrancinhas, pois a taxa em Illinois é em torno de 8% enquanto que em Wisconsin é 5.5%, como fui para o Wisconsin depois, melhor não ficar carregando nada e pagar menos taxas.

Dicas

  • Compramos o Chicago CityPASS que custa US$94 (abr/14) no 1° museu que fomos. É um precinho bem salgado, mas as atrações de Chicago são caras mesmo. Ele dá entrada preferencial e pleno acesso em praticamente todas as atrações incluídas (exposições temporárias, cinema 3D, etc). Você tem direito a 5 atrações: Shedd Aquarium, Skydeck Chicago (Sears Tower), The Field Museum, Museum of Science and Industry ou 360Chicago e Adler Planetarium ou Art Institute of Chicago. Existem outros passes com mais atrações, mas como algumas delas ficam afastadas e estávamos sem carro, preferimos este mesmo.

Nas próximas semanas eu farei post detalhado de cada dia.Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *