Río Gallegos – Argentina

Último post sobre a viagem à Patagonia Argentina!! Ficou faltando apenas esta cidadezinha pela qual passei no meio do caminho entre Ushuaia e El Chaltén. A cidade não tem nenhum ponto turístico, resolvi parar lá apenas para descansar da viagem de ônibus. Resolvi fazer este trecho de ônibus para economizar uma graninha e tempo não era problema nesta viagem. Também queria ver a paisagem e atravessar o Estreito de Magalhães! É coisa de doida, não tente entender…

 


Clique na imagem acima para abrir o Google Maps

A – Ushuaia
B – Rio Grande
C – Fronteira com o Chile
D – Travessia do Estreito de Magalhães
E – Fronteira com a Argentina
F – Río Gallegos

Como Cheguei

Saí de Ushuaia às 4h50 com a empresa Tecni Austral, comprei a passagem no Plataforma10. O ônibus parou às 8h para carimbar a saída da Argentina, também trocamos de ônibus para um mais confortável, os bancos do primeiro quase não reclinavam e o processo todo levou 1h. Às 9h30 teve um serviço de bordo: dois croissants, uma bala e um café/chá.
Às 11h foi a vez da fronteira do Chile, mais uma hora para todos os trâmites: recolhem os passaportes, temos que tirar toda a bagagem de mão e passar num raio-x e aguardar a liberação do ônibus e dos passaportes do outro lado.
Às 12h teve outro serviço de bordo: dois sanduiches de pão de miga e refrigerante. Alcançamos o Estreito de Magalhães às 16h, tivemos que esperar um pouco na fila de balsas. Às 17h30 chegamos na fronteira com a Argentina e desta vez foi mais rápido. Cheguei às 18h45 em Río Gallegos.

 

 

Balsa para travessia do Estreito de Magalhães

 

 

Um ônibus igual ao meu desembarcando

 

 

 

Onde fiquei

Reservei o Hotel Sehuen, bem simples, mas limpinho. Deram 10% de desconto para pagamento em dinheiro. O café da manhã é daqueles servidos na mesa, trouxeram 3 torradas, 1 croissants, manteiga e geléia. Cereal, leite e café estavam disponíveis numa mesa. Uma coisa que não gostei, foi de que saí para dar uma caminhada e conhecer a cidade, quando voltei, antes ainda do horario do checkout, meu quarto estava aberto, assim como outros no mesmo corredor, já haviam removido os lençóis e toalhas, sorte que eu havia já guardado tudo na mala e ela estava com cadeado. Achei um abuso e reclamei na recepção… Mas já estava indo embora mesmo… Fica o aviso!

Se quiser outras opções de hospedagem em Río Gallegos, clique aqui.

 


O que fiz

Passeei pela beira do Rio Gallegos e depois andei pela rua principal, comprei já suprimentos para a continuação da viagem. O vento na beira do rio era de arrastar qualquer um, só levei o celular, fiquei com medo de sair carregando a câmera, a cidade estava bem deserta, passaram apenas umas 3 ou 4 pessoas correndo na orla.

 

 

 

Río Gallegos
Calçadão

 

 

 

Solmáforo!!

O que comi

No dia que cheguei, jantei num restaurante que fica na esquina das principais avenidas, se chama Pizza Express e tem wifi liberado. Me senti observada pelos demais clientes… Meio estranho, acho que não tem muito turista por lá!

 

Vacío meio torrado

 

Empanada frita e gordurenta

Faz parte dos roteiros:

 

Veja também:

6 comentários

  • Ola estou pensando em comprar um motorhome e fazer uma viagem pela argentina. pergunto a vcs qual o custo de uma viagem assim?

    • Oi Mário,
      Custo é sempre muito particular, varia com o estilo de viagem de cada um. Não entendi muito bem a sua pergunta, acho que depende da região, quantos dias, etc.

  • Oi Carol!
    Que bacana teus relatos. Estamos devorando todos pq também estamos planejando ir pro fim do mundo tbém. Vamos de motorhome e vamos levar nosso filhote de 3 anos.
    Me diga, vc esteve lá em que época do ano? Vc falou do vento… e a temperatura? Sabe como é mãe né,.. pensando no "casaquinho" do filho 😉

    abs
    Lyanne, Marcelo e Gael

    • Eu fui em janeiro, em pleno verão e mesmo assim faz bastante frio, comparando com a maioria dos lugares no Brasil. Não sei a temperatura exata nos parques ou montanhas, mas quando estava com o wi-fi nos hotéis ficava algo em torno de 12 a 15°C. Nos dias de sol chegava a fazer uns 20°C, dava até para ficar de manga curta ao fazer uma caminhada mais forte. Aproveitem a viagem!! Não esqueçam todos os acessórios de frio: luvas, gorros, cachecol, meias quentes, várias camadas de roupas…

  • Legal Carol! Chegamos hoje a Rio Gallegos. Amanhã, Tierra del Fuego! Besos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *