Salar de Atacama

Perto de San Pedro de Atacama, o Salar de Atacama é uma das regiões mais surpreendentes que eu já visitei. Não imaginava encontrar tanta água num dos lugares mais áridos do mundo.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Salar_de_Atacama

Laguna Chaxa

 

Clique na imagem acima para abrir o Google Maps

Como Chegamos

Este post contempla um passeio e meio que fizemos com a TuristourLagunas Cejar y Ojos del Salar” e apenas a primeira parte do “Salar de Atacama com Lagunas Altiplánicas“.

Onde ficamos

Foi um passeio de um dia, então continuávamos instalados em San Pedro de Atacama, no Hotel Tambillo.

O que fizemos

A Laguna Cejar é muito salgada e por causa disso é possível entrar nela e não afundar. A água é fria na superfície e quente no fundo, ouvi isso das pessoas que entraram, mas eu não tive coragem por dois motivos: apesar do sol tinha um vento gelado na hora e também não existem duchas no local, ou seja, depois do banho tem que se secar e colocar a roupa por cima do sal. E olha que é muito sal, molhei minha mão e ao secar fica branquinha de tanto sal!! Veja as bordas brancas ao redor da água.

 

Laguna Cejar

 

 

Laguna Cejar

 

 

Pequena Laguna ao lado da Laguna Cejar

 

Ojos del Salar são dois lagos redondos um ao lado do outro, quase do mesmo tamanho e com o mesmo tipo de borda, profunda.
Ojos del Salar

 

Ojos del Salar

 

Ojos del Salar com o Licancabur ao fundo

 

Assistimos ao pôr-do-solem uma outra Laguna que não estava no cronograma (e eu não lembro o nome). Muito lindo!
Outra laguna

 

Outra Laguna

 

Licancabur novamente

 

 

Pôr-do-Sol no Salar

 

 

Pôr-do-Sol no Salar

 

No dia seguinte fizemos o Passeio ao Salar com Lagunas Altiplánicas, deixei a parte do salar neste post e a parte das Lagunas Altiplánicas para o próximo, pois é um lugar maravilhoso que merece um post exclusivo.

 

 

Pequena laguna cheia de micróbios no caminho para a Laguna Chaxa
Laguna Chaxa

 

Laguna Chaxa com flamingos

 

 

Espelho d’água com a Laguna Chaxa

O que comemos

Durante o pôr-do-sol degustamos alguns snacks com pisco sour. O guia deste passeio era muito divertido.

Veja também!

5 comentários

  • Olá, tudo bem? Estou indo para o Atacama em Junho e gostaria de saber sua experiência com a agencia Turistour? Vocês fizeram todos os passeios com eles? Você gostou do serviço?

    Abraços,
    Camila Lins

    • Oi Camila, não tive problemas com a Turistour, no Atacama pelo que entendi eles reunem as pessoas num mesmo operador local. Então se você quer num dia um passeio que não tem muita gente, eles juntam todas as pessoas de todas as agências e uma só leva. Com isso eu acabei fazendo passeios com diversas agencias locais. Tudo foi tratado com a Turistour e deu certinho. Mas já fazem quase 5 anos, na época ela era a agencia mais famosa e descobri isso chegando lá. Tinha folders em todos os hotéis que fiquei, só na Patagonia que eles não tinham escritorio.

  • Fê, eu também adoro lugares diferentes!
    Quanto à laguna esqueci de escrever no post, mas as bordas também eram cortantes e ela afundava rápido, ou seja, tu tem que se jogar nela de chinelo e para sair colocar os chinelos nas mãos para não se cortar no sal. Com isso, o vento e a sensação salgada no resto do passeio acabei desistindo de entrar mesmo!

    Deisoca, o Atacama me surpreendeu! É muito lindo mesmo com tantas coisas diferentes num deserto. Ainda faltam alguns outros passeios! Vou tentar postar os geiseres hoje!

    Bjos,
    Carolmay.

  • Estou louca para conhecer o Atacama!

  • Hum, que lugar lindo!! O Atacama sempre esteve em meus planos… adoro lugares inóspitos! 😉

    Este lago salgado tem as mesmas características do Mar Morto, na Jordânia. Pena que estava frio, pois deve ser emocionante não afundar na água!

    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *