Lagunas Altiplânicas

É um lugar inesperado no meio dos Andes, lindíssimo.

Laguna Miscanti

 


Clique na imagem acima para abrir o Google Maps

Como Chegamos

Contratamos o passeio com a Turistour, mas devido a grande procura, ele dividiram as vans e fomos com a Desert Adventure.

Onde ficamos

Estávamos ficando no Hotel Tambillo em San Pedro de Atacama.

O que fizemos

Subimos a Cordilheira dos Andes, numa estrada de terra, estreitíssima numa van em alta velocidade. Emocionante. Mas mais emocionante foi contemplar as Lagunas Miscanti e Miñiques, tão azuis no meio daquele deserto com vulcões e ar rarefeito.

 

Vulcão (eram tantos que não decorei os nomes)

 

Laguna Miscanti

 

 
Laguna Miscanti

 

 
Laguna Miscanti

 

Laguna Miscanti

 

Entre as lagunas, uma pequena caminhada

 

Laguna Miñiques

 

Laguna Miñiques

 

Raposa no caminho

O que comemos

Almoçamos (incluído no passeio) na Aldeia de Socaire que é uma cidade muito simples no caminho para as Lagunas, já localizada numa certa altitude. Pode ser vista no mapa. Tivemos de entrada sopa de legumes com frango, prato principal carne de lhama com arroz e quínua e de sobremesa pêssegos em calda. Antes do almoço acompanhamos a Procissão de São Bartolomeu, pois era o único jeito de chegar ao restaurante. Muito interessante a mistura da religião católica com a cultura indígena. Não tirei fotos, pois poderia parecer desrespeito.

O que compramos

Paramos na Aldeia de Toconao no meio do caminho de volta, essa cidade é cortada por um cânion, passamos pelo vértice dele. Pode ser vista no mapa, inclusive com o cânion verde chegando até ela. Comprei um cachecol de lã de vicuña (parente da lhama), $5.000.

 

Cânion em Toconao

 

Praça Principal com o Campanário

 

Igreja de Toconao

Veja também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *